notícia

Tem que respeitar!

Sub-20 do Fogão vence o Corinthians por 2 a 1 e é o único carioca na semi do Brasileiro
Atualizado em 26-07-2016, 21:07


A equipe Sub-20 do Botafogo venceu o Corinthians por 2 a 1, na tarde desta terça-feira (26/07), em Caio Martins, e se classificou para as semifinal do Campeonato Brasileiro da categoria. Os gols da partida foram marcados pelo atacante Renan Gorne e pelo volante Gustavo Bochecha.

Com o resultado, o time comandado por Eduardo Barroca terminou a segunda fase na vice-liderança do Grupo E com 10 pontos e carimbou sua vaga como o único representante carioca entre os 4 melhores times do país. 

Na próxima fase, o Glorioso vai enfrentar o Coritiba em dois jogos. Por ter tido uma melhor campanha que o rival no ranking geral do torneio, a equipe alvinegra jogará a segunda partida em casa. O confronto de ida será no Couto Pereira, com data e horário ainda a serem definidos.

O JOGO

A missão era difícil, mas é exatamente na dificuldade que uma grande equipe cresce. Lutar do primeiro ao último minuto dentro do gramado de Caio Martins, esse era o lema da equipe Sub-20 alvinegra na última rodada da segunda fase do Brasileirão.

Do outro lado, um adversário duro e já garantido na semifinal da competição com a primeira colocação da chave. O Corinthians, mesmo tranquilo dentro do torneio, não facilitou as coisas e fez com que a caminhada alvinegra por um lugar na fase seguinte fosse ainda mais complicada. Além de dar a vida no campo, o Alvinegro deveria contar com um resultado favorável em partida simultânea realizada nas Laranjeiras.

Porém, antes de qualquer coisa, o Botafogo precisava fazer seu dever de casa e partiu para cima do time paulista. Em um início de partida bem equilibrado, o Glorioso buscou atacar o rival logo de cara. Aos 13 minutos, Marcinho cruzou e Renan Gorne cabeceou por cima do gol do Timão.

Bem disputado, o embate se manteve truncado e com boas possibilidades para ambas as equipes. Mas, no fim da primeira etapa, o Fogão deu um gás a mais e disparou rumo ao seu objetivo. Alison, aos 40, quase fez em um chute forte de primeira da entrada da área.

Alison não marcou, mas no minuto seguinte, o meia fez um ótimo papel de garçom e deixou Renan Gorne na boa para abrir o placar aos 41 e anotar o seu quinto gol na competição. Fogão na frente e ida para intervalo com a vantagem no placar! BOTAFOGO 2 x 0 Corinthians.

Até então, o resultado nas Laranjeiras não interessava ao Alvinegro, pois o Fluminense também vencia por 1 a 0. Mesmo sabendo disso, o Fogão voltou para a segunda tapa com tudo e não deixou o nível de concentração cair. Aos 17 minutos, Matheus Fernandes arriscou uma bomba cruzada e fez o arqueiro corintiano a trabalhar. 

Bem na partida, o Botafogo sofreu um duro golpe aos 26 minutos, quando o zagueiro Helerson ao tentar cortar um lance de perigo, acabou traído pelo quique da bola e fez contra. 1 a 1.

Precisando mais do que nunca da vitória, Barroca agiu rapidamente e colocou o atacante Amilcar no lugar de um defensor. Deu certo! O Fogão foi para a pressão em aos 32, Mateus Jorge, após lindo drible sobre o zagueiro paulista, foi derrubado na área. Pênalti assinalado! Bochecha foi para a cobrança e não perdoou. GOL DO GLORIOSO! BOTAFOGO 2 x 1 Corinthians.

Nas Laranjeiras, a ajudinha do destino apareceu e o Grêmio conseguiu empatar a partida contra o Fluminense. Atento em tudo, Barroca recompôs seu sistema defensivo e pediu calma para a equipe. Obedecendo as ordens do treinador, o Alvinegro se manteve sereno e segurou o resultado até fim. Apito final!

Jogo encerrado em Caio Martins, mas bola rolando ainda nas Laranjeiras. Foram cerca de 5 minutos de apreensão dentro do gramado, até que veio a confirmação do empate e a explosão da torcida junto com os meninos alvinegros. Na garra, na raça e no coração, o Fogão superou todas as adversidades e garantiu seu lugar na semifinal do Brasileiro.

Aqui é Botafogo! Nós lutamos até onde for possível e com muito trabalho, nós conquistamos. Tem que respeitar!

Botafogo: Lucão; Marcinho, Helerson (Amilcar), Marcelo e Victor Lindenberg; Bocheca, Matheus Fernandes, Alison (Kanu) e Yuri; Mateus Jorge (Igor Cássio) e Renan Gorne. Técnico: Eduardo Barroca.

Fabio de Paula