notícia

Chapecoense 2 x 1 Botafogo

Fogão perde fora de casa e segue com 17 pontos no Brasileirão
Atualizado em 24-07-2016, 17h58

 

 

O Botafogo teve mais posse de bola, gol mal anulado e dominou boa parte do jogo. Porém, a Chapecoense foi eficiente para fazer dois gols e vencer por 2 a 1, neste domingo, na Arena Condá, deixando o time alvinegro com 17 pontos no Campeonato Brasileiro.

O próximo adversário na competição é o Palmeiras, na segunda-feira dia 1º de agosto. Antes, quarta às 19h30, o Fogão enfrenta o Bragantino, na Arena Botafogo, pela Copa do Brasil.

O JOGO

Com novidades no time (Carli, Fernandes, Salgueiro e Canales) e no esquema (com três volantes), o Botafogo foi superior no primeiro tempo, teve oportunidades e gol mal anulado, mas saiu em desvantagem na única chance real do adversário.

Mal o jogo começou, o Botafogo teve sua primeira oportunidade. Aos 3 minutos, Canales roubou bola, tabelou com Salgueiro e finalizou por cima. O meia uruguaio poderia até ter chutado. Aos 5, Luis Ricardo lançou Camilo, que girou e bateu para defesa do goleiro, mas o árbitro errou ao apontar impedimento. Aos 8, Luis Ricardo trocou passes com Salgueiro e cruzou, porém Marcelo Boeck tirou.

Mesmo mandante, a Chapecoense tinha dificuldades para chegar ao ataque. Tentou em jogada individual de Ananias, com chute de longe defendido por Sidão. Mas foi cirúrgica quando teve oportunidade mais clara. Após roubada de bola de bola de Cleber Santana no campo ofensivo, Hyoran dominou na entrada da área, limpou o lance e bateu no canto para abrir o placar, aos 24.

Em desvantagem, o Botafogo esboçou reação, com finalizações de Bruno Silva e Luis Ricardo, que desviaram e saíram. No fim da primeira etapa, o Fogão esteve perto de empatar. primeiro com Bruno Silva, que disputou bola na área e mandou uma bela bicicleta, rente ao travessão. Merecia. No último lance, Canales teve gol mal anulado porque foi marcado impedimento (que não havia, de Salgueiro).

O Botafogo voltou com Neilton no lugar de Fernandes no segundo tempo. O atacante tabelou com Rodrigo Lindoso e chutou de esquerda de longe, para defesa de Marcelo Boeck. Contudo, a Chapecoense cozinhou o jogo, diminuiu o ritmo e abusou da cera, fazendo o tempo passar.

De tanto insistir, o Botafogo chegou ao empate. E foi em um golaço de falta de Camilo, aos 40. Porém, não deu tempo para comemorar. Aos 42, Lucas Gomes aproveitou vacilo defensivo alvinegro e tocou na saída de Sidão para dar números finais à partida: 2 a 1 a favor da Chapecoense.

BOTAFOGO: Sidão, Luis Ricardo, Carli, Emerson e Diogo; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Fernandes (Neilton) e Camilo; Salgueiro (Gervasio Nuñez) e Canales (Luis Henrique). Técnico: Ricardo Gomes.

Danilo Santos