notícia

Bragantino 2 x 2 Botafogo

Prejudicado pela arbitragem, Fogão empata fora pela Copa do Brasil
Atualizado em 13-07-2016, 21h25

 

 

Com time misto e prejudicado pela arbitragem, que deu pênalti em lance fora da área, o Botafogo empatou em 2 a 2 com o Bragantino, nesta quarta-feira, no Estádio Nabi Abi Chedid. Foi o jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Dierson e Gervasio Nuñez fizeram os gols do Fogão.

O jogo de volta está marcado para o dia 27, na Arena Botafogo. Agora, o Fogão volta seu foco para o Campeonato Brasileiro, pelo qual enfrenta o Flamengo, sábado,às 16h.

O JOGO

Em meio a uma maratona de jogos, o Botafogo optou por escalar um time misto contra o Bragantino, preservando titulares. Mesmo modificada, a equipe foi valente e determinada para enfrentar o adversário e ainda sofrer com erros de arbitragem.

O início do jogo foi de leve pressão do mandante, com finalizações de Tartá e Watson para fora. O Botafogo reagiu com cruzamentos de Salgueiro e uma cobrança de falta de Victor Luis para fora.

Até que aos 19, a arbitragem roubou a cena. O juiz marcou pênalti em falta cometida por Carli claramente fora da área. Após muita reclamação, em vão, Bruno Pacheco converteu.

Aos 29, novamente o juiz prejudicou o Botafogo. Alemão deu carrinho forte, por trás, em Gegê e não foi expulso, recebendo apenas cartão amarelo. Do lado de fora, Ricardo Gomes pedia calma e concentração. Foi o que o time teve.

A melhor opção alvinegra era o jogo aéreo. Aos 30, Gegê cruzou, Carli cabeceou e Felipe pegou. Já aos 37, não teve jeito, gol do Fogão! Salgueiro cobrou escanteio na medida, Dierson subiu bem e mandou para a rede. Bragantino 1 x 1 Botafogo!

O Glorioso ainda teve mais uma chance no primeiro tempo, mas o chute colocado de Gervasio ficou em Felipe. Na etapa final, Yaca cruzou bola perigosa e Gegê quase chegou.

Melhor após o intervalo, o time comandado por Ricardo Gomes virou o jogo. Após cruzamento de Diego, Luis Henrique escorou e Gervasio Nuñez bateu firme para marcar, aos 7! Bragantino 1 x 2 Botafogo.

Com a vantagem, o Botafogo passou a controlar o jogo e administrar, proteegendo bem sua defesa. O Bragantino abusava das jogadas ríspidas e da violência, com a complacência da arbitragem.

A pressão parecia controlada, mas o time da casa não desistiu, fez alterações ofensivas e conseguiu chegar ao empate. Após cruzamento na área e bola ajeitada, Eliandro finalizou na área, houve desvio e não deu para Sidão defender, aos 29. Gol que deu números finais aos jogo: Bragantino 2 x 2 Botafogo.

BOTAFOGO: Sidão, Diego, Carli, Emerson Silva e Victor Luis; Dierson, Bruno Silva (Marcinho), Gegê (Geovane Maranhão) e Gervasio Nuñez; Salgueiro e Luis Henrique (Vinicius). Técnico: Ricardo Gomes.

Danilo Santos