notícia

De volta pra casa

Pimpão enaltece o Botafogo, cumpre promessa e chega para ajudar no Brasileirão
Atualizado em 29-06-2016, 13:00

Rodrigo Pimpão foi apresentado pela primeira vez no Botafogo no dia 21 de janeiro de 2015 e agora, pouco mais de um ano após sua saída para os Emirados Árabes, retorna ao clube que considera como sua casa. Identificado, grato e feliz da vida por vestir novamente preto e branco, o atacante chega para um novo desafio e tem motivação e talento de sobra para ajudar o Glorioso no Brasileirão.

Velho conhecido da torcida botafoguense, Pimpão marcou nove gols na temporada passada, sendo dois no Estadual e sete no Campeonato Brasileiro da Série B, competição que foi um dos artilheiros. O jogador foi novamente apresentado pelo Gerente de Futebol Antonio Lopes, que não mediu elogios ao atacante de 28 anos.

- Não farei apresentação pois o Pimpão disse que seria um até breve e hoje está cumprindo isso. Todo mundo sabe o quanto é importante para o Botafogo e, apesar de não ter trabalhado no Campeonato Brasileiro todo, o coloco como um dos responsáveis pela ascensão do Botafogo no ano passado. Estamos acreditando que o nosso Pimpão vai voltar e deve fazer a sua estreia. Tenho certeza que vai ajudar muito o Botafogo nesse ano assim como ajudou no ano passado - disse Antonio Lopes.
 

À vontade, Pimpão e a camisa do Botafogo já estiveram juntos antes e o reencontro foi marcado por orgulho. O atacante ressaltou a alegria de voltar ao Glorioso e, com o mesmo discurso de 2015, espera ajudar a equipe. Pimpão costuma cumprir o que promete. E em campo.

- Não preciso nem experimentar, essa camisa cai como uma luva(risos). Não tenho nem palavras para expressar a minha alegria de estar aqui novamente, ter a sensação de vestir novamente esse manto e dizer que fui escolhido mais uma vez. Estou muito feliz de estar aqui - comemorou.

IMG_1256 Pimpão, em sua primeira passagem, deixa seu autógrafo no escudo alvinegro

Galeria de fotos da reapresentação oficial de Rodrigo Pimpão nas imagens de Vítor Silva/SSPress/BFR!

 

Confira na íntegra a coletiva de imprensa de Rodrigo Pimpão em seu retorno ao Botafogo:

RODRIGO PIMPÃO VERSÃO 2016

- 2015 foi um ano muito bom, um dos melhores que vivi na minha carreira e espero poder demonstrar ainda mais nesse ano. Os profissionais do clube já tinham o meu relatório e cheguei bem abaixo de quando saí daqui. Trabalhei forte e ganhei três quilos em duas semanas. Estou muito feliz e espero atingir o nível ideal no decorrer da competição para ajudar os meus companheiros.

DESAFIO NA PRIMEIRA DIVISÃO

- Para a minha carreira é importante ter no currículo a Série A. Mas penso no momento em ajudar o Botafogo, um lugar que me traz energias positivas e alegrias. Estava fora do país e surgiram outras oportunidades de voltar ao Brasil, mas disse ao meu empresário que a prioridade era perguntar ao Botafogo se queria minha volta. Essa opção foi aceita e estou feliz de estar aqui.

BOTAFOGO x ATLÉTICO(MG)

- Temos que encarar o Atlético da mesma forma que encaramos o Inter. Tivemos um primeiro tempo excelente e foi visto o poder da nossa equipe para encarar um grande clube fora de casa. Temos capacidade e vamos brigar de igual para igual com o Atlético amanhã.

ESTREIA COM GOL COMO EM 2015?

- A gente viu que contra o Inter fizemos uma grande partida e esperamos que se repita, ou seja até melhor. Quem sabe eu faça uma estreia como a do Camilo? Espero ajudar da melhor forma e os gols sairão naturalmente. Acho que minha preparação física sempre foi boa apesar de ter ficado um tempo parado voltei a trabalhar lá em Curitiba. Espero atuar noventa minutos, mas vai depender do treinador. Ritmo de jogo a gente pega jogando.

FRED? BOAS LEMBRANÇAS

- Que eu me lembre joguei contra ele no passado e tenho boas lembranças contra o Fred. Não só pelo Botafogo, mas pelo América de Natal quando eliminamos o Fluminense dentro do Maracanã.

NOVO RUMO

- A gente viu na última partida que os ventos mudaram e o time fez uma grande partida. Chegou para somar e aprender com meus companheiros. Vamos trabalhar juntos para ajudar o Botafogo e tirar o time dessa situação. Acabar com esse rótulo que o time não faz gol.

RESPONSABILIDADE DIVIDIDA

- Não digo que serei um escudo, mas que posso ajudar meus companheiros assim como eles irão me ajudar. O futebol é coletivo e aqui somos um grupo. Seremos um escudo juntos.

PARCERIA COM CAMILO

- Ela começa nos treinamentos. Treinamos juntos e também conversamos muito já. É experiente e isso ajuda bastante para que dentro de campo as coisas aconteçam de maneira mais fácil. Vamos concentrar juntos e que possamos nos ajudar.

DUPLA COM LUIS HENRIQUE

- É um grande menino que teve a oportunidade e está com a gente. Conversei com ele quando estava fora do país e o Luis tem muito a crescer. O elenco é grande e sabemos que podemos contar com todos. Quando eu não render podemos contar com o outro. Somos um grupo.

Marcos Silva