notícia

Santos 3 x 0 Botafogo

Fogão perde no Pacaembu. Próximo adversário é o Vitória
Atualizado em 05-06-2016, 12h52

 

 

A manhã de domingo não foi do Botafogo. No Pacaembu, o time foi derrotado por 3 a 0 pelo Santos e permaneceu com 4 pontos no Campeonato Brasileiro.

O Botafogo buscará a reação na competição no próximo domingo, quando enfrenta o Vitória, às 11h.

O JOGO

A partida não foi boa para o Botafogo. Novamente sentindo o peso dos desfalques, o time foi inferior no primeiro tempo e viu o adversário abrir vantagem de 2 a 0.

A primeira chance veio logo no minuto 1, quando Renato roubou bola e tocou para Vitor Bueno finalizar rasteiro, para fora. Na segunda vez, não teve jeito. Novamente lançamento para Vitor Bueno, ele avançou, deu lençol em Helton Leite e abriu o placar.

O Botafogo tentou a reação com chutes de longe de Emerson, Victor Luis, Gegê e Leandro, sem sucesso. Na melhor oportunidade, Anderson Aquino lançou Ribamar em profundidade, o atacante tentou driblar o goleiro, mas Vanderlei conseguiu evitar, aos 18.

Se o Botafogo não marcou, o Santos ampliou aos 34. Após boa troca de passes, Paulinho girou e bateu cruzado para vencer Helton Leite, fazendo 2 a 0. O dia não era do Glorioso mesmo, tanto que em chance de gol, Anderson Aquino ajeitou, Gegê bateu e a bola acertou Ribamar.

No segundo tempo, o Botafogo esboçou reação e esteve perto de diminuir. Aos 11, Diego cruzou da direita e Neilton sofreu pênalti de David Braz. O atacante foi a bola, deslocou o goleiro, mas bateu para fora.

Neilton e Gervasio Nuñes voltaram a ameaçar o gol de Vanderlei, mas foi o Santos que marcou. Aos 24, escanteio cobrado na área, a bola bateu em Bruno Silva e entrou.

O Botafogo ainda tentou com Gervasio e Bruno Silva, parando em Vanderlei. Não havia mais tempo ou força para reagir. Que a reação venha nos próximos jogos no Campeonato Brasileiro.

BOTAFOGO: Helton Leite, Diego, Emerson, Emerson Silva e Victor Luis; Dudu Cearense, Bruno Silva, Leandrinho e Gegê (Gervasio Nuñez); Anderson Aquino (Neilton) e Ribamar (Sassá). Técnico: Ricardo Gomes.

Danilo Santos