notícia

Caminho para a vitória

Luis Ricardo pede Botafogo organizado para desbancar vantagem e conquistar o título
Atualizado em 05-05-2016, 12:05

Com a obrigação de vencer para conquistar o título estadual, o Botafogo sabe que precisa ir para cima do Vasco desde o início da partida. Contudo, o lateral-direito Luis Ricardo acredita que a equipe precisa atacar de maneira equilibrada, sem se desesperar, para não ficar exposta dentro de campo.

- Já conhecemos bastante e sabemos a forma que eles vão jogar. Acredito que eles vão explorar o contra-ataque, porque a gente precisa sair. Então temos que ter equilíbrio, não sair de qualquer jeito e caprichar na hora de concluir em gol - afirmou.

O jogador, que concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira, exaltou o desempenho do Alvinegro na primeira partida da final e mostrou otimismo em relação ao segundo jogo. Confiante no trabalho, o camisa 4 pediu tranquilidade e concentração no momento de finalizar, uma vez que as oportunidades estão sendo criadas.

- Precisamos de fato fazer esse gol para levar para os pênaltis, ou mais gols para ganhar direto. Mas temos que batalhar bastante. Estamos criando as oportunidades, vamos procurar concluir melhor e conquistar o resultado - disse.

Confira os principais pontos da entrevista coletiva de Luis Ricardo:

PRESSÃO PELA VITÓRIA

- É uma pressão boa, porém não pode se tornar mais um adversário pra gente. Precisamos de fato fazer esse gol para levar para os pênaltis, ou mais gols para ganhar direto. Mas temos que batalhar bastante. Estamos criando as oportunidades, vamos procurar concluir melhor e conquistar o resultado -

FINAL NO MARACANÃ

- Jogar no Maracanã é sempre bom, indescritível. O nosso torcedor nos apoiando. Derrota faz parte. Se jogarmos pensando que podemos perder, você já entra derrotado. Então temos pensado muito em vencer. É o nosso papel -

MUDANÇAS EM RELAÇÃO À FINAL DE 2015

- É difícil falar. São dois momentos diferentes. Esse ano jogamos de uma forma diferente. Acho que esse ano encontramos uma maneira de jogar que surpreendeu muita gente. Chegamos forte. Percebemos o nosso adversário nos respeitando, do mesmo jeito que respeitamos a equipe deles. Espero que o Botafogo seja coroado com o título -

VANTAGEM DO ADVERSÁRIO

- Eu gostaria de estar com a vantagem. É claro que ela também se torna perigosa. Contra o Fluminense foi desta forma. Então já passamos por isso. Tem que buscar o gol a todo momento. O Vasco é um time experiente, que toca bem a bola. Eu falava que a gente tinha que fazer o gol, porque dificilmente eles iam desperdiçar a chance. Mas passou, mostramos que podemos reverter essa vantagem deles -

DEVIDOS CUIDADOS

- Já conhecemos bastante o adversário e sabemos a forma que eles vão jogar. Acredito que eles vão explorar o contra-ataque, porque a gente precisa sair. Então temos que ter equilíbrio, não sair desesperado, e caprichar na hora de concluir -

PRIMEIRO JOGO ENGASGADO

- Depois que passou essa partida eu levei mais ou menos três dias para digerir. Até pelo o que a gente mostrou no jogo. Particularmente, costumo me cobrar muito. Já assisti o jogo umas três vezes. Então sempre acho que preciso melhorar -

PASSAGEM PELO BOTAFOGO

- Vou fazer um ano e meio de Botafogo. Então não posso analisar só este primeiro semestre. Acredito que tenho feito um bom trabalho. Minha renovação foi pelo o que eu fiz ano passado. Fomos campeões da Taça Guanabara, depois do Brasileiro, esse ano chegamos outra vez na final do Carioca. Então acho que todo o grupo é qualificado e me ajuda bastante -

JEFFERSON X MARTÍN SILVA

- Costumo dizer que treinamos com o Jefferson para quando enfrentarmos outros goleiros as coisas ficarem mais fáceis. Então naquela oportunidade do Bruno Silva, ele acabou adiantando um pouco, o Martín saiu bem, enfim...acho que caprichando um pouco mais a gente vai conseguir concluir em gol -

RESPEITO ENTRE AS EQUIPES

- Sem dúvidas há um respeito. O Rodrigo deu uma entrevista falando que quem errasse menos ia ganhar o jogo. Foi o que aconteceu. Então isso mostra que do outro lado tem um respeito, assim como tem da nossa parte. Então é não errar para sair campeão -

FERNANDES OU GEGÊ?

- Fernandes é um jogador que vem de trás, marca um pouco mais que o Gegê, que é uma cara de beiradas e chuta de longe. A gente perde talvez na bola parada, porém ganha em marcação e na infiltração. São dois jogadores de qualidade -

PRESENÇA DA TORCIDA

- Muito legal ver essa mobilização do torcedor. Até então não tínhamos provado disso. Alguns jogadores podem  até se assustar com o Maracanã cheio. Aquele friozinho que dá na barriga, algo gostoso. Então é importante para gente e para a torcida. Nada melhor para o espetáculo do que ter o torcedor ao nosso lado -

Veja a galeria de fotos do treino desta quinta-feira. Imagens de Vitor Silva / SS Press / Botafogo

 

 

Fernando Morani