notícia

Pelo objetivo final

Ricardo Gomes prioriza bom futebol e vê classificação como fruto do trabalho
Atualizado em 15-04-2016, 13:50

A fase classificatória do Estadual chega ao fim para o Botafogo na partida diante do Boavista, domingo, em Bacaxá. O Glorioso, classificado para as semifinais de forma antecipada, pode encerrar a Taça Guanabara na segunda colocação, o que dá a vantagem do empate no próximo confronto. Ricardo Gomes vê o benefício, mas coloca como prioridade o bom futebol do Botafogo. Para o comandante, o mais importante é jogar bem para motivar o time, independentemente da posição na tabela de classificação.

- É consequência do que fazemos na temporada. Existe um regulamento e temos que estudá-lo, mas o mais importante é a qualidade do jogo e, se ele flui, deixa o jogador mais à vontade. Se entrarmos como terceiro colocado não vai diminuir a alegria do jogador. Não podemos é jogar mal duas ou três vezes. Esse é o dia a dia. O jogador sente a confiança através dos jogos. Se ele se entrega e vê as coisas acontecendo, só cresce. É aquela coisa da moral. É assim a nossa vida em qualquer setor - disse o treinador.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva do treinador:

RODRIGO LINDOSO

- Tem habilidade, por isso cobra pênaltis e faltas. Tem uma boa leitura de jogo, conta com qualidades e continuará evoluindo.

BATEDOR DA EQUIPE

- Nós estávamos procurando. É assim mesmo, o Lindoso está com confiança. Perdeu contra o Flamengo e fez o gol na sequência. Voltou a bater com qualidade e o escolhi. Na preleção sempre indicamos dois jogadores para as penalidades. É assim que funciona.

AUSÊNCIA DE EMERSON SANTOS

- Pensei que ele fosse jogar no último jogo e em um dos movimentos ele sentiu uma coisa estranha e não queremos isso. Temos que ter a certeza das condições do atleta e ficamos na dúvida. Não é uma lesão, mas não posso correr risco com um zagueiro e ter que fazer uma substituição no começo do jogo.

FINAIS DO ESTADUAL NO MARACANÃ

- Muda tudo. A motivação dos dois lados e o espetáculo. Um público maior e com a presença representativa da torcida. Nós queremos os melhores estádios e os melhores jogos. Por isso que trabalhamos.

LIZIO E YACA NUÑEZ

- Tiveram oportunidades quando chegaram e perderam um pouco de espaço. Isso é normal e não temos problemas quanto a isso. O Conca quando chegou no Vasco demorou para se adaptar. Tem gente que chega e arrebenta, outros demoram mais um pouco. No Brasileiro eu já vejo uma vida nova com o Gervásio e o Lizio. Já vi grandes jogadores ficarem três ou quatro meses... O cara não esquece de jogar futebol, ele só precisa entender a velocidade do jogo e a forma de jogar.

DECISÃO DA TAÇA GUANABARA SUB-20 ENTRE BOTAFOGO x FLUMINENSE

- Não vou, mas gostaria muito. Treinamos juntos na terça-feira e conversei bastante com o Eduardo Barroca. É um time bem armado. Conheço bem os jogadores e essa formação do clube. Tenho que parabenizá-los e vou torcer bastante pela vitória do Botafogo.

Confira a galeria de fotos do treino desta sexta-feira nas imagens de Vítor Silva/SSPress!
 

Marcos Silva