notícia

Pela primeira vez

Diego vive a expectativa por primeiro clássico como profissional
Atualizado em 26-03-2016, 13:03

Um clássico, jogo grande e uma oportunidade de ouro. Com a lesão de Luis Ricardo no último jogo, o lateral-direito Diego ganhou uma chance de mostrar serviço e está entre os onze de Ricardo Gomes para o jogo contra o Vasco, domingo, em São Januário. Em seu primeiro dérbi como titular, o jovem revelado no Botafogo não esconde a ansiedade e quer aproveitar a brecha para garantir seu espaço.

- Trabalhamos sempre para ser o melhor da posição independentemente de quem esteja na frente. Jogo pelo fato do Luis ter se machucado, mas tenho que agarrar a chance. Quero o melhor jogo possível. Será meu primeiro clássico como profissional e vou dar o meu máximo - disse Diego.

No Botafogo desde o mirim, Diego já vestiu a camisa do Glorioso em todas as fases da sua carreira, viveu vários clássicos e não vê a hora de fazer seu primeiro como profissional. As lembranças contra o rival na base são boas.

- Até na base já era diferente por ser clássico, ainda mais no profissional. Temos que estar preparados para qualquer desafio. Lembro de um jogo no Caio Martins, dei duas assistências contra o Vasco e espero repitir. Estou no Botafogo desde o mirim e clássico é sempre quente - lembrou.

O Botafogo vai para o seu quarto clássico no ano, um aproveitamento de uma vitória e dois empates. Contra o Vasco será a segunda vez e Diego lembra que o time não pode se esquecer do que fez até aqui, principalmente quando questionado na competição.

- A gente vai manter a mesma postura de todos os jogos. Entramos desacreditados por muitos contra o Fluminense e mostramos quem somos. A postura será a mesma, vamos pegar firme e se tudo der certo sair com a vitória - projetou o jovem.

Jovem sim, mas não bobo. Com personalidade, Diego não se esconde e diz que do mesmo jeito que se preocupa com o Vasco, o outro lado também tem que se preocupar com ele.

- Passa muita coisa na cabeça. Eu também não sou bobo, tenho minhas qualidades. Estudo os adversários, assim como eles também estão me estudando lá. Trabalho muito os cruzamentos durante a semana, é uma das minhas características. Quero aproveitar para quem sabe servir o Ribamar ou qualquer outro que estiver em boas condições - finalizou Diego.

Marcos Silva