notícia

Experiência Internacional

Em parceria com equipe americana, Botafogo envia três jovens para torneios nos EUA
Atualizado em 08-03-2016, 23:40

O Botafogo, por tradição, é um dos maiores clubes do mundo. Sua história é conhecida e reconhecida internacionalmente por todos. Para manter essa chama alvinegra viva e acesa fora do Brasil, o Glorioso segue promovendo ações de intercâmbio entre jovens atletas para que os mesmos adquiram experiências importantes e representem com orgulho a estrela solitária que carregam no peito.

Em uma parceria com a equipe americana Golden States de Los Angeles, os jovens Luca (Zagueiro), Ezequiel(Meia) e Joel (Atacante), todos da equipe Sub-20, foram selecionados para viajarem aos Estados Unidos e disputarem uma classificatória para a National League. 

Os atletas alvinegros já haviam disputado, em dezembro do ano passado, quatro partidas pela primeira fase da competição na Carolina do Norte e se destacaram. O atacante Joel, por exemplo, foi o artilheiro da equipe na oportunidade. Agora os meninos embarcaram rumo a Las Vegas para a segunda fase, onde participarão de mais três jogos. Em seguida, ainda disputarão a Dallas Cup, para esse torneio o Botafogo ainda enviará mais três meninos, totalizando 6 jogadores alvinegros no elenco da equipe americana.

- Representar o Botafogo já por si só é uma oportunidade única, e agora, internacionalmente não tem sentimento que explique. O Botafogo é um clube muito conhecido aqui fora, o que torna mais fácil a nossa participação aqui. Com certeza essa experiência vai ser boa para minha carreira, é apenas o começo. A Dallas Cup, por exemplo, é uma competição internacional, ou seja, uma forma de mostrar o meu futebol para o mundo. - contou feliz o zagueiro Luca.

Sem título
Jovens posam para foto com familiares antes da viagem para os Estados Unidos.

Eduardo Freeland, gerente geral das categorias de base alvinegra, explicou o objetivo do intercâmbio  entre os jovens atletas do Glorioso em solo americano e comentou que tal momento voltará a elevar a marca Botafogo fora do Brasil. 

- A nossa ideia é abrir mercado e estreitar relações com clubes e universidades dos Estados Unidos. Além de levar o nome do Botafogo, voltando a fazer essa internacionalização da marca, e de possibilitar uma experiência internacional aos atletas, para eles vivenciarem uma outra forma de jogar futebol, interagirem com meninos de outras línguas e adquirirem essa vivência fora do país. - explicou.

Fabio de Paula