notícia

Quer ficar

Renan Fonseca cita identificação com o Botafogo e dá prioridade ao Alvinegro
Atualizado em 16-11-2015, 19:46

Renan Fonseca foi uma das contratações embrionárias no processo de volta à elite do Botafogo. Como muitos, o zagueiro credenciado pelas boas atuações pelo Santa Cruz chegou sob desconfiança, mas deu a volta por cima e se firmou como homem forte da zaga alvinegra. Renan esteve presente em quase todos os jogos do Glorioso na Série B e já deixou claro o seu desejo de continuar com a estrela solitária no peito em 2016.

- Sempre deixei claro que o principal objetivo era conseguir o acesso. Agora estamos conversando e em breve chegaremos em alguma situação. A intenção é de permanecer. O Botafogo abriu as portas pra mim e eu acreditei no projeto. Tenho uma grande identificação com o torcedor, é um clube grande e eu tenho a intenção de permanecer aqui - disse Renan Fonseca.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Renan Fonseca:

SEMANA DE TÍTULO

- Acho que se a gente vence o jogo contra o Santa Cruz não comemoraríamos no campo até pelo jogo do América. O mais importante é que a gente, independentemente de resultado, tem pela frente uma semana decisiva e que vale título. Vamos nos concentrar e trabalhar para alcançar o nosso objetivo.

SÓ DEPENDE DE NÓS

- Como eu sempre digo nas entrevistas, na Série B não existe jogo fácil. E agora não será diferente. Cabe a nós nos prepararmos da melhor forma possível e impor o nosso ritmo. só depende de nós para sermos campões.

SANTA CRUZ É PÁGINA VIRADA


- Acho que não fiz falta. Foi um resultado ruim e tivemos alguns desfalques, mas quem entrou procurou dar o seu melhor. Não vale falar muito desse jogo... Vencemos mais durante o ano e isso tem que ser valorizado. Temos a oportunidade de conquistar um título na sexta-feira.

ZAGUEIRO DE AÇO


- Nos últimos três anos eu tive essa sequência de jogos e o Botafogo tem grande participação nisso. Aqui conto com profissionais que me orientam e, quando vou para casa, sigo as orientações para estar sempre recuperado para os jogos. Nunca tive uma lesão muscular e vou procurar manter isso. Os números são positivos e é muito bom um atleta jogar quase todos os jogos do ano.

ANO DE SUPERAÇÃO

- Estou aqui desde janeiro e foi um ano maravilhoso. Desde a pré-temporada foram muitas as dúvidas e incertezas, mas nos acertamos com todos querendo crescer, jogadores e funcionários. Fomos provando que todos poderiam vestir a camisa do Botafogo. Tivemos um período de turbulência com a saída de alguns jogadores importantes, mas voltamos ao rumo com a chegada do Ricardo e hoje podemos conquistar o título. Foi um ano maravilhoso para o Botafogo.

ANSIEDADE CONTROLADA

- São muitas emoções e temos que saber controlar isso. Saímos para Criciúma para conseguir o acesso e acabou não acontecendo. Em Lucas do Rio Verde acabou chegando e sequer deu para dormir. Temos que manter o equilíbrio para continuar jogando. Temos uma nova oportunidade na sexta-feira para retomar o caminho das vitórias.

PERFIL DE LIDERANÇA

- Acho que as coisas vão acontecendo de maneira natural. Por estar presente na maioria dos jogos carrego uma responsabilidade maior. Tenho um perfil tranquilo e todos me respeitam. Estou procurando fazer o melhor papel dentro de campo. Estou sempre à disposição para ajudar o Botafogo e o elenco.

Marcos Silva