notícia

Mostrou serviço

Ronaldo comemora boa atuação em dia que saiu do banco para ser decisivo
Atualizado em 01-11-2015, 23:59

A Série B está quase no fim, principalmente para o Botafogo, que chegou aos 65 pontos após vencer o Bahia por 1 a 0 no Estádio Nilton Santos e viu a distância para o Vitória, segundo colocado, aumentar para oito pontos. E o melhor, o Glorioso segue encontrando bons talentos garimpados durante o ano e que ajudam efetivamente o time. Prova disso é o atacante Ronaldo, que saiu do banco de reservas e assistiu de calcanhar no gol marcado por Neilton.

Ronaldo chegou ao Botafogo credenciado pelas boas atuações com a camisa do Ituano, clube pelo qual marcou seis gols e figura entre os artilheiros da Copa do Brasil. Diante do Bahia, no Estádio Nilton Santos, foi apenas a segunda aparição do finalizador, que está conquistando seu espaço com bons treinos. Ronaldo entrou no lugar de Sassá, que teve que substituído após um entorse no joelho esquerdo.

- Os atletas que não possuem o contrato tão longo pensam na sua projeção e comigo não é diferente. Meus direitos federativos pertencem a um clube japonês, mas tenho vontade de ficar. Se depender de mim eu continuo no Botafogo. Estou me esforçando nos treinamentos para dar o meu melhor e agradar o Botafogo nesse sentido - disse Ronaldo.

O atacante entrou com a camisa 18 e foi decisivo na vitória alvinegra. Ronaldo fez boa troca de passes com Neilton e devolveu a bola de calcanhar para o camisa 7 definir a partida. Ótima impressão para o professor Ricardo Gomes, que ganhou mais uma boa opção na frente para a reta final da competição.

- Foi uma jogada muito linda. Nós trocamos passes rápidos e depois eu consegui dar o toque de calcanhar para ele finalizar muito bem. Fico feliz por ter correspondido e espero dar sequência no trabalho - ressaltou.

Botafogo x Bahia
Ronaldo entrou no lugar de Sassá e deu trabalho para os marcadores. Boa dupla com Neilton (Foto: SS/Press)

Ronaldo elogia qualidade da equipe e forte concorrência no ataque

Não é fácil para nenhum atacante buscar espaço em um dos ataques com maior número de gols do Brasil. Ronaldo tem seu valor, é goleador, mas sabe que enfrentará forte concorrência no Glorioso. E não se importa muito com isso.

- O Navarro é o titular da posição, sentiu uma lesão e não pôde atuar hoje. O Sassá jogou junto com o Neilton e infelizmente saiu machucado. Espero que ele volte o mais rápido possível para até já estar atuando no próximo jogo. Não tenho vaidade quanto a isso. Quero estar sempre jogando, mas sempre com os companheiros podendo atuar. Vou dar o meu melhor durante a semana e que o professor Ricardo decida quem vai sair jogando no próximo jogo.

O atacante também ressaltou a qualidade do time alvinegro, principalmente na armação das jogadas, meio caminho andado para um bom aproveitamento dos homens de frente.

- Facilita qualquer jogador. Os meias são de grande qualidade e também os que jogam um pouco mais atrás, como o Arão e o Lindoso. Isso ajuda quando você manda uma bola redonda e ela volta redonda. Fico feliz pela oportunidade hoje e espero que venham outras - elogiou.

Ronaldo chegou ao Fogão restando doze jogos para o fim da Série B, o que não o deixa menos ansioso que os outros pelo acesso do clube. O atacante classificou o desejo como grande, mas ressaltou que a empolgação fica apenas para torcida e o grupo tem que seguir focado até o fim.

- Eu cheguei depois, mas já fico ansioso. Imagino a cabeça de quem está aqui desde o começo do ano. Não deve ser fácil. Nada foi conquistado ainda e temos que manter os pés no chão porque estamos muito perto da nossa meta. A gente tem que manter o foco e o nível de empenho nos jogos. O torcedor tem que ter essa empolgação porque vive muito da paixão, nós que temos que manter o foco. Tomara que a gente continue dando alegrias até que o nosso objetivo seja alcançado - disse Ronaldo, atacante de 24 anos.

Marcos Silva