notícia

Botafogo em primeiro lugar

Arão vê Glorioso como time a ser batido e só quer tranquilidade após o acesso
Atualizado em 16-09-2015, 16:49

O Botafogo segue firme na luta para voltar à primeira divisão. O empate em 1 a 1 diante do Oeste, terça-feira, no Estádio Nilton Santos, não foi o ideal, mas manteve o Glorioso na primeira colocação da Série B. O volante Willian Arão foi sincero, assumiu que o Botafogo é o time a ser batido na competição e afirmou que a hora é de ter tranquilidade e trabalhar para furar as retrancas armadas pelos adversários nos jogos. Caminhos distintos para o mesmo objetivo: as vitórias.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Willian Arão:

O TIME A SER BATIDO

- Já entramos com esse rótulo de time a ser batido. E somos mesmo. Assumimos essa responsabilidade de subir o Botafogo e estamos bem tranquilos quanto a isso. Pensamos jogo a jogo e deixamos o resto para os matemáticos. Passou o Oeste e perdemos a oportunidade de abrir quatro pontos de vantagem, mas seguimos na frente por dois pontos.

TRANQUILIDADE APENAS COM O ACESSO

- Ninguém está tranquilo e só ficaremos quando voltarmos pra a Série A. Temos a obrigação de ganhar porque somos o Botafogo. Reconhecemos que sempre será difícil contra nós. O jogo contra o Oeste ainda não foi encerrado e ainda precisamos falar sobre alguns erros. Nosso pensamento é enfrentar o Boa Esporte e fazer uma grande partida.

PROPOSTAS DE OUTROS CLUBES

- Não chegou nada. Estou focado no Botafogo e vou honrar essa camisa até o fim do meu contrato. Quem vê a minha carreira é o meu pai e eu procuro ficar focado nos jogos. Quero ajudar o time para que ele suba o mais rápido possível.  

DIA RUIM

- Ontem tivemos um pouco de dificuldade no primeiro tempo. Eles vieram com um time muito fechado e encontramos dificuldades. Tomamos o gol logo no início do segundo tempo e eles fecharam mais ainda. Foi um jogo atípico, o próprio Ricardo estava conversando com a gente. Vamos ver o que ele tem para nos passar agora para o próximo jogo.

FORMAÇÃO Da EQUIPE CONTRA O OESTE

- Não surpreendeu. O professor treina inúmeras táticas e formações. Jogamos assim contra o Vitória e o Mogi. Estávamos tranquilos e o que faltou mesmo foi inspiração nossa. Não é o fim do mundo porque empatamos e agora é focar para ganhar o jogo sexta-feira.

DESEMPENHO NO ESTÁDIO NILTON SANTOS

- Depende do lado que você vê. No ano nós só perdemos duas partida em casa. A gente ganha muitos jogos fora e assim é o campeonato brasileiro, são jogos difíceis. Temos que ter tranquilidade, trabalhar bem a bola e fazer os gols quando surgirem as oportunidades.

NEILTON

- Quando ele saiu estava nos ajudando muito, fazendo gols e dando trabalho. É um jogador que sempre preocupa a defesa adversária. Nos ajuda muito e a volta dele agrega ao time.

AIRTON

- É um jogador que está aqui desde o ano passado. É experiente e já passou por muitos clubes, pode nos ajudar dentro e fora de campo. Acredito que ele possa nos ajudar.

DUELO CONTRA O BOA ESPORTE

- Será um jogo muito difícil. Não tem jogo fácil na Série B, uma equipe que marca muito, assim como foi contra o Oeste aqui. Esperamos dificuldades, mas eles também precisam ganhar o jogo. Acredito que seja um jogo aberto e temos que fazer os gols para matar o jogo.

LUIS HENRIQUE CONVOCADO PARA O MUNDIAL SUB-17

- Fico feliz pelo jogador. Deve ser uma seleção única vestir a camisa da seleção num Mundial. Ele vem trabalhando forte no dia a dia e a convocação é uma recompensa. Nosso elenco é muito forte e quem entrar vai dar conta do recado na ausência dele. Vamos torcer para que o Luis seja campeão representando o Botafogo.

Na próxima rodada o Botafogo enfrentará o Boa Esporte, sexta-feira, às 21h30, em Varginha. O Glorioso lidera a Série B com 49 pontos somados.

Marcos Silva