notícia

Crescimento profissional

Após volta por cima no Maraca, Helton destaca aprendizado em viagens com o Botafogo
Atualizado em 25-02-2014, 09h00

O futebol é capaz de proporcionar boas histórias e reviravoltas na vida de jogadores. Com Helton Leite, foi assim. Há menos de seis meses, o goleiro atuava pela primeira vez no Maracanã e as lembranças não são as melhores: derrota do Criciúma por 4 a 1 para o Flamengo e expulsão ainda no primeiro tempo, após cometer pênalti. Entretanto, no mesmo estádio, veio a volta por cima. Houve goleada, mas desta vez a favor e com pênalti defendido, na vitória do Botafogo por 3 a 0 sobre o Fluminense.

"Comentei que foi do mesmo lado do campo, no mesmo gol que fiz o pênalti e saí cabisbaixo. Deus me deu outra oportunidade e peguei o pênalti (cobrado por Fred) que vai ficar marcado para o resto da minha vida", destaca Helton Leite, que valoriza não apenas sua atuação.

"Foi uma satisfação grande para mim, fiquei muito feliz. É difícil ter noção do que aconteceu, mas foi uma bênção de Deus. Tudo cooperou, deu certo. O nosso treinador montou a estratégia, o time foi fiel, todos os jogadores foram bem, Henrique fez dois gols, Bolatti um, graças a Deus pude representar, fazer meu trabalho para ajudar o time a sair com a vitória", lista.


Helton Leite e Jefferson: goleiros do Botafogo estão em alta


A alegria de Helton Leite, muito elogiado por Jefferson, foi compartilhada com a família. Afinal, os parentes comemoram a defesa de forma efusiva e marcante.

"Tem um vídeo sensacional na minha casa, com toda minha família presente. Na hora do pênalti, todos estavam calados, quando o Fred bateu a câmera voou da mão de alguém e só se ouve a gritaria. Sempre vi isso com outras pessoas, é muito legal. Nunca tinha acontecido de maneira tão grande comigo. O telefone tinha mensagens durante toda a madrugada. Realmente é uma satisfação profissional imensa, a realização de um sonho. Mas sei que tenho muito caminho para percorrer, estou no meio da escada, que é grande, faltam muitos degraus. Sei muito bem minha função no clube, o que devo fazer, a minha situação", frisa.

No caminho do goleiro, o próximo passo é a viagem para o Chile, onde o Botafogo enfrenta a Unión Española, quarta-feira, no Estádio Santa Laura. A oportunidade de estar com a delegação, viver a rotina no exterior e aprender a cada dia o motiva.

"Isso só agrega para a minha carreira, poder atuar em um grande clube e viajar pela Libertadores, o melhor campeonato das Américas. É o topo para um jogador que atua no Brasil. É uma sensação maravilhosa, estou curtindo o clube e as viagens. O Botafogo é organizado e dá todas as condições aos jogadores. Espero ajudar no nosso objetivo máximo, ser campeão da Libertadores", finaliza.

Confira as melhores imagens da viagem do Botafogo para o Chile!




Danilo Santos