notícia

Botafogo 2 x 1 Paraná

Em grande virada, líder Fogão vence com gols de Sassá e vai a 45 pontos
Atualizado em 08-09-2015, 20h53

 

 

 

O Botafogo é líder não à toa! Diante de um adversário que dificultou o quanto pôde, o Glorioso foi determinado para virar o jogo e vencer o Paraná por 2 a 1, nesta terça-feira, no Estádio Nilton Santos. Dois gols de Sassá, para colocar o Fogão com 45 pontos no Campeonato Brasileiro da Série B!

O próximo adversário é o Mogi Mirim, sexta-feira, no Espírito Santo.

O JOGO

Logo no início da partida, ficou claro que o Paraná, em recuperação e vindo de três vitórias seguidas, dificultaria o jogo ao seu estilo. Nada de faltas, trombadas e retranca. Mas posse de bola, triangulações e velocidade. Esta estratégia se revelou perigosa no início, quando o Botafogo apertou a marcação até no goleiro Felipe Alves e quase roubou a bola em áreas cruciais.

Quando o Botafogo tinha a posse, precisava acelerar para surpreender o adversário. Aos 8 minutos, Luis Ricardo lançou Lulinha, que se esticou para finalizar, o goleiro desviou e a zaga cortou. Porém, havia impedimento.

Já o Paraná apostava em uma roubada de bola no campo ofensivo. O que conseguiu aos 13, quando Gustavo Sauer aproveitou passe errado alvinegro, pedalou, cortou para a esquerda e bateu sem chances para Helton Leite.

O Botafogo partiu em busca da reação e teve chances claríssimas. Aos 17, Tomas cobrou falta na barreira, Navarro pegou a sobra livre e, de esquerda, bateu por cima, desperdiçando ótima oportunidade. Aos 19, Luis Ricardo cruzou, Renan Fonseca cabeceou com muita força e Felipe Alves fez defesa espetacular. O goleiro também evitou gol em bela bicicleta de Lulinha.

Outra vez o Botafogo: Arão cruzou da direita, aos 25, e Navarro cabeceou para fora. Já aos 39, Tomas bateu falta cruzada, Roger Carvalho, em posição duvidosa, correu em direção, não tocou e a bola entrou. O auxiliar, porém, apontou impedimento.

No segundo tempo, o jogo mudou. O Paraná recuou, passou a fazer mais faltas e cera. O Botafogo tentava agredir, mas parada em uma forte marcação. Daniel Carvalho, Sassá e Luis Henrique foram as opções ofensivas de Ricardo Gomes. E deu certo.

O time alvinegro quase chegou ao empate com Camacho, aos 25, em chute de fora da área que desviou e passou rente à trave. No escanteio, veio o gol. Após bate-rebate, Sassá foi esperto para finalizar e mandar para a rede: Botafogo 1 x 1 Paraná!

Era Sassá a melhor alternativa do Botafogo. Aos 30, ele cabeceou bonito e fez o gol, porém o árbitro havia parado o jogo alegando falta de Luis Henrirque antes. Aos 33, Elvis fez ótimo lançamento, Sassá driblou o goleiro em alta velocidade e, sem ângulo, bateu na rede pelo lado de fora. Pouco depois, outra boa bola de Elvis, Luis Henrique cruzou e Sassá chegou dividindo para quase marcar.

Havia jogadas pelo chão e havia cruzamento. Neles, Renan Fonseca e Roger Carvalho estiveram perto de marcar. O grande susto veio aos 40, quando Crystian ficou livre na área, limpou para a esquerda e, na hora de bater, foi atrapalhado por Roger em uma interceptação providencial.

A torcida alvinegra, que já vibrou com a jogada anterior, ficou mais feliz ainda aos 42. Foi quando Willian Arão lançou na área, Daniel Carvalho ajeitou de cabeça e Sassá, de novo, concluiu com precisão. Botafogo 2 x 1 Paraná! Outra vitória do líder!

GALERIA DE FOTOS (Satiro Sodré e Vitor Silva / SS Press / BFR)

 


 
BOTAFOGO: Helton Leite, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Diego Giaretta; Camacho, Willian Arão, Tomas Bastos (Daniel Carvalho) e Elvis; Lulinha (Sassá) e Navarro (Luis Henrique). Técnico: Ricardo Gomes.

Danilo Santos