notícia

Santa Cruz 1 x 0 Botafogo

Alvinegro perde no Arruda e segue com 30 pontos na Série B
Atualizado em 08-08-2015, 18h24

 

 

Um gol do estreante Grafite no início do segundo tempo determinou a derrota do Botafogo por 1 a 0 para o Santa Cruz, neste sábado, no Arruda, diante de quase 45 mil pessoas. O Alvinegro segue com 30 pontos no Campeonato Brasileiro da Série B, na quarta posição.

O Botafogo buscará a reabilitação terça-feira, diante do ABC, no Estádio Nilton Santos.

O JOGO

Com a pressão do Arruda cheio e a estreia de Grafite, o Santa Cruz tinha o fator casa como trunfo. Ricardo Gomes promoveu mudanças no time, com as entradas de Luis Ricardo, Serginho e Navarro. O primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio e pela organização das equipes, sem conseguir desmontar o adversário.

Apoiado por sua torcida, o Santa Cruz começou propondo o jogo. Tentou com Danny Morais, de cabeça para fora, e em chute de Lelê defendido por Jefferson. O Botafogo logo equilibrou e também teve suas chances. Aos 15, Neilton aproveitou bobeada da zaga, roubou a bola e, com pouco ângulo, tentou por cobertura, por cima. Já aos 21, Carleto cobrou falta, Navarro teve a sobra, finalizou prensado e Tiago espalmou para escanteio.


Navarro teria boa chance, mas foi atrapalhado pela zaga (Foto gentilmente cedida por Antônio Melcop / Santa Cruz)


No melhor lance da primeira etapa, oportunidade boa para o Santa Cruz. Bileu recebeu pela esquerda e acertou um belo chute, de bate-pronto, mas Jefferson voou para fazer uma grande defesa, aos 36. O jogo teve até parada técnica, indicado pelo árbitro.

No segundo tempo, a partida continuou equilibrada. Porém, o time achou seu gol, logo com o estreante. Aos 6, após cruzamento da direita, Grafite cabeceou firme para vencer Jefferson e mandar para a rede.

O gol fez bem ao Santa Cruz, que optou por segurar o resultado, e mudou o panorama do jogo. O Botafogo tinha que se lançar ao ataque, porém encontrava ua defesa fechada. As opções eram os chutes de longe, como um de Octávio por cima, e os cruzamentos na área, buscando Navarro.

Sassá, Lulinha e Daniel Carvalho foram as opções ofensivas para buscar o empate. Porém, o time tinha dificuldades para criar. Na melhor oportunidade, Daniel Carvalho cobrou escanteio na área, o goleiro saiu mal e Navarro, desequilibrado, cabeceou para fora. Terminou mesmo 1 a 0.

BOTAFOGO: Jefferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Thiago Carleto; Serginho (Daniel Carvalho), Willian Arão, Octavio (Lulinha) e Diego Jardel; Neilton (Sassá) e Navarro. Técnico: Ricardo Gomes.

Danilo Santos