notícia

Com personalidade

Mais maduro após passagem pela Itália, Octávio exalta sequência e quer evoluir
Atualizado em 05-08-2015, 18:08

Não há nada melhor do que voltar para casa e se sentir feliz. Octávio, meia revelado pelo Botafogo, teve uma passagem pelo futebol italiano e retornou ao clube após uma boa temporada em 2013. Mais maduro, o jovem busca notoriedade no lugar que o projetou para o futebol e já comemora a sequência de jogos na equipe principal.

- A experiência na Itália foi muito boa e aqui estou dando continuidade ao trabalho que comecei lá. Vou procurar evoluir ainda mais. Pela primeira vez estou tendo uma sequência no Botafogo. Entrava de titular, ia para o banco, depois novamente como titular... Sequência mesmo é a primeira vez e estou gostando. Só não gostei contra o criciúma, fomos inconstantes. Fiquei um ano e meio parado e isso prejudica um pouco a parte física. Agora é dar continuidade para evoluir - disse o jovem de forte personalidade.

Octávio teve sua primeira chance após o retorno com Jair Ventura, auxiliar permanente que comandou a equipe por três jogos até a chegada de Ricardo Gomes. Ainda em adaptação ao trabalho do novo comandante, o meia reforçou que o momento é de buscar entender o trabalho e buscar finalizar mais ao gol, a principal atitude para voltar a marcar.

- Trabalhei pouco com o René e não consegui identificar muito o trabalho. o Jair pega em cima mesmo e estou aprendendo o método do Ricardo agora. Só depende de nós. Ganhando, voltamos a liderança. Será a volta do Grafite, um grande atacante. Jogo gostoso, com casa cheia. Eu gosto assim e vamos em busca dos três pontos - disse Octávio, confiante para o jogo diante do Santa Cruz, às 16h30, no Arruda.

Para o confronto contra o Santa Cruz a expectativa é contar com o retorno do lateral-esquerdo Luis Ricardo, que treinou entre os titulares nesta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos. Octávio valorizou o retorno do atleta, que agrega experiência ao jovem time alvinegro. Neilton também foi lembrado pela sua velocidade.

- Cada jogador tem sua característica. O Neilton é muito rápido e habilidoso e, se conseguir fazer sua jogada, vai quebrar a defesa adversária. Já o Luis Ricardo é experiente e orienta bem a gente em campo. são dois jogadores importantes para a nossa equipe - lembrou.

Marcos Silva