notícia

Botafogo 0 x 0 Criciúma

Fogão empata no Estádio Nilton Santos e vai a 29 pontos, na liderança
Atualizado em 29-07-2015, 23h42

 

 

O Botafogo bem que tentou, teve chances, mas não conseguiu a vitória. Por outro lado, Jefferson fez grandes defesas. O empate em 0 a 0 com o Criciúma nesta terça-feira, no Estádio Nilton Santos, levou o time a 29 pontos no Campeonato Brasileiro da Série B, mantendo-se líder isolado.

O próximo adversário é o Luverdense, sábado, no Estádio Nilton Santos.

O JOGO

Com desfalques na equipe, Jair Ventura ainda perdeu Luis Ricardo (lesão muscular) e Daniel Carvalho (febre). Assim, armou um time jovem, determinado e brigador. Novo técnico do Botafogo, Ricardo Gomes acompanhou a partida com a comissão técnica, de cima, por ainda não ter tido tempo para comandar os treinamentos.

Novidade na escalação, Sassá teve as duas primeiras chances. Aos 11, após sobra na área, finalizou para fora. Aos 19, Gegê fez boa jogada pela direita e cruzou, quase o atacante marcou. Em outras oportunidades, Luis Henrique foi travado duas vezes quando se preparava para concluir. Válvula de escape pelo lado, Diego fez bom lance de velocidade e, quando o passe colocaria Octávio em condições de bater, a zaga cortou.

Com leve domínio alvinego, o jogo era amarrado no meio-de-campo e sem chances claras. Fiel ao seu estilo, o Criciúma buscava os contra-ataques para surpreender e parou duas vezes em Jefferson, uma em chute de Lucca e outra em grande defesa abafando finalização de Maurinho, aos 40.

Na etapa final, os espaços apareceram para os dois lados. No primeiro minuto, Sassá recebeu em velocidade pela esquerda e ajeitou, Gegê bateu colocado e Luiz espalmou para escanteio. O meia voltaria a ter chance, desta vez mais clara, aos 11. Ele recebeu de Luis Henrique na entrada da área, colocou sem força e Luiz encaixou.

Jair Ventura trocou Octávio e Gegê por Diego Jardel e Fernandes. No lá e cá, Marcão finalizou uma cruzada rente à trave, Fernandes teve um gol anulado por impedimento aos 29. Já com 33, Fábio Ferreira subiu muito após cobrança de escanteio e cabeceou no canto, mas Jefferson fez grande defesa.

O jogo ainda reservava emoções. Como aos 40, quando Fernandes lançou, Diego Jardel ajeitou de cabeça e Sassá quase chegou para marcar, com a zaga cortando perigosamente para trás. Ou aos 45, em finalização de Roger Guedes outra vez bem defendida por Jefferson. No último lance, o uruguaio Navarro tabelou com Fernandes e bateu forte, mas Luiz segurou o 0 a 0. Placar final.

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / SS Press / BFR)




BOTAFOGO: Jefferson, Diego, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Thiago Carleto; Dierson, Willian Arão, Octávio (Diego Jardel) e Gegê (Fernandes); Sassá e Luis Henrique (Navarro). Técnico: Jair Ventura.

Danilo Santos