notícia

Nos braços do grupo

Após estreia com gols, Luis Henrique agradece apoio e escuta conselhos de René
Atualizado em 04-07-2015, 02:07

O Botafogo goleou o Sampaio corrêa por 5 a 0 no Estádio Nilton Santos e reassumiu a liderança da Série B. O jogo de muitos gols foi excelente para recuperar o brio da equipe, mas foi inesquecível mesmo para o atacante Luis Henrique, jovem de 17 anos que estreou como profissional e anotou os dois primeiros gols do jogo.

Artilheiro pelo Sub-17 do Botafogo, Luis Henrique chamou a atenção do treinador René Simões, que puxou o atleta para o time principal e vem trabalhando o jovem das categorias de base do Glorioso desde segunda-feira. A chance como titular veio e Luis soube aproveitar. Feliz com a estreia, o atacante falou sobre seu primeiro jogo como profissional vestindo a camisa do Botafogo.

- A pressão é comum e existe em todo lugar, ainda mais na profissão que eu escolhi. A pressão vem desde cedo na base, mas eu lido muito bem com isso. Tenho minha família no Rio de no Espírito Santo, eles me dão dicas e colocam os meus pés no chão. Estou sempre bem assessorado - disse o seguro jogador.

Botafogo x Sampaio Correa
Estreante Luis Henrique e Rodrigo Pimpão fizeram quatro gols na goleada alvinegra (Foto: Vìtor Silva/SSPress)

Se a badalação é grande sobre o novo nome revelado pelo Botafogo, o clima no grupo alvinegro é de cuidado com Luis Henrique. Cercado de jogadores experientes, o atacante de apenas 17 anos certamente será protegido pelos companheiros com mais tempo no futebol.

- A gente fechou a roda no fim do jogo e o Jefferson, sempre líder, pediu a palavra. O René também me elogiou e a galera realmente me abraçou. Tenho que agradecer muito desde o Jefferson até os torcedores que compareceram aqui hoje. 5 a 0 foi uma vitória expressiva, mas vamos manter a calma que ainda está no início - contou o estreante da noite.

Aplicado, Luis Henrique se cobra bastante e não vacila nos cuidados para não cair de rendimento. O atleta sabe da importância da disciplina para não perder o foco dentro de campo.

- Procuro sempre me cobrar bastante nos treinamentos, além da boa alimentação e descanso fora dos campos. Hoje o jogador de alto nível tem que se cuidar fora de campo também - contou.

Com os profissionais desde o começo da semana, Luis Henrique se adaptou rápido aos novos companheiros e conquistou o respeito de todos pelo jeito sereno e dedicado no trabalho. Antes da estreia diante do Sampaio Corrêa, o jovem recebeu conselhos do treinador René Simões.

- A pressão tinha, mas tive que administrar. O René vem me tranquilizando desde a segunda-feira para que eu repetisse o futebol que fiz na base, que foi por onde eu cheguei ao profissional. Fiz o que eu fazia no Sub-17 e estou muito feliz - completou Luis Henrique.

Em entrevista coletiva, o treinador René Simões falou sobre a primeira impressão deixada por Luis Henrique, pediu calma ao menino, e o elogiou a boa atuação logo na estreia com a camisa 9 do Botafogo.

- Quero poupar o menino desse turbilhão. Quando ele deixou o campo, disse para escutar o velho de 62 anos, que sabe que a vida é uma roda gigante. Um dia você está em cima e depois está embaixo. Em momento algum eu tive dúvidas de que seria bom, ele tem uma estrela impressionante. O repertório do Luis Henrique no jogo foi maior do que eu tinha visto nos treinos - falou o satisfeito René Simões.

Marcos Silva