notícia

Tropeço

Botafogo perde para o Macaé e segue com 20 pontos, líder da Série B
Atualizado em 27-06-2015, 18h27

A invencibilidade no Campeonato Brasileiro da Série B acabou. Com um primeiro tempo atípico, em que saiu perdendo por 3 a 0, o Botafogo foi derrotado por 4 a 2 pelo Macaé, neste sábado, no Moacyrzão. O time alvinegro segue com 20 pontos e na liderança.

O Botafogo buscará a reação imediata na próxima sexta-feira, no jogo com o Sampaio Corrêa, no Estádio Nilton Santos, às 21h50.

O JOGO


O primeiro tempo atípico e inesperado mudou totalmente os rumos da partida. Se o Botafogo começou melhor, com posse de bola e rondando a área adversária, o Macaé foi mais eficiente e marcou três gols de cabeça.

Anselmo havia arriscado um chute perigoso de fora da área, mas foi o Botafogo quem criou a primeira ameaça real. Luis Ricardo fez bonita jogada pela e tocou para Bill girar e, de longe, bater no canto para boa defesa de Fernando, aos 13.

O jogo mudou em cinco minutos. Aos 18 e aos 23, o Macaé fez dois gols parecidos, ambos em cruzamentos de Marquinhos da direita e com cabeçada de Anselmo, sem chances para Renan. Pouco depois, Pipico teve um gol bem anulado, por impedimento.

A oportunidade do Botafogo veio em cobrança de falta na entrada da área. Rodrigo Pimpão bateu bem, mas o goleiro Fernando voou e espalmou para escanteio. Para interromper o princípio de pressão alvinegra, o time da casa chegou ao seu terceiro gol, repetindo a fórmula: cruzamento da direita e cabeçada precisa, desta vez de Pipico, aos 32.

O Botafogo até teve uma grande oportunidade para diminuir no primeiro tempo, em cabeçada de Gilberto à queima-roupa defendida de forma espetacular por Fernando, mas foi na etapa final que o time voltou ao jogo.

Já com Daniel Carvalho e Lulinha em campo, que entraram antes mesmo do intervalo, o Botafogo reagiu. Aos 11, Daniel Carvalho recebeu na entrada da área, limpou dois e bateu bonito, de direita, para fazer um belo gol: 3 a 1. Aos 15, o meia cobrou falta na área, o goleiro deu rebote e Roger Carvalho colocou 3 a 2 no placar.

A torcida se animou, o time cresceu, contudo, a reação foi interrompida aos 26. Após cruzamento de Diego, Renan saiu do gol, tentou encaixar, foi atrapalhado por Anselmo e a bola sobrou para Pipico marcar.

Ainda houve uma chance boa com Rodrigo Pimpão, que cabeceou na saída do goleiro rente à trave, e teve tempo para Gilberto ser expulso aos 42. O Botafogo não desistiu e ameaçou com Lulinha aos 45, em chute defendido por Fernando, mas não conseguiu a reação. Terminou 4 a 2.

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / SS Press / BFR)




BOTAFOGO:
Renan, Gilberto, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Luis Ricardo; Andreazzi, Willian Arão, Fernandes (Lulinha) e Diego Jardel (Daniel Carvalho); Rodrigo Pimpão e Bill (Vinicius). Técnico: René Simões.

Danilo Santos