notícia

Curinga alvinegro

Atacante no passado, Luis Ricardo ganha moral com René atuando nas duas laterais
Atualizado em 11-06-2015, 18:32

Um jogador que atua em mais de uma posição é sempre valorizado e, consequentemente, amplia as chances de integrar o time titular. Luis Ricardo leva a sério essa questão e surge como um dos curingas do treinador René Simões. O jogador botafoguense começou a carreira como atacante, migrou para a lateral direita e atualmente, com a lesão de Carleto, tem se destacado na lateral esquerda. Mais uma arma para um Botafogo que a cada dia descobre uma nova força no elenco.

- Fico feliz porque desde quando cheguei ao Botafogo temos essa disputa sadia dentro da equipe. Já são seis meses de trabalho e vemos que as pessoas que estão jogando tem procurado dar o seu melhor buscando o seu espaço. E comigo não é diferente. Acabei jogando na lateral esquerda pela infelicidade do Carleto ter se machucado. Todos querem estar no time e é bom ter esse pensamento até para evitar a acomodação - disse o experiente Luis Ricardo.

As mudanças de posições na vida do jogador aconteceram pelas suas características e pela insistências dos treinador Silas e Jorginho, como quem Luis Ricardo trabalhou no Avaí e na Portuguesa. O lateral alvinegro deixou claro que prefere atuar pelo lado direito, mas não fechas as portas para a lateral esquerda para ajudar o treinador e a equipe alvinegra.

- Na verdade não começou com o René. Já joguei de lateral com o Silas e também com o Jorginho, e aqui no Botafogo também faço uma posição que não é minha, deixo isso bem claro. Estou jogando para ajudar e depois, quem sabe, voltar para a minha posição. Para quem saiu de atacante para a lateral esquerda é um pouco complicado, mas no futebol atual você tem que buscar fazer mais de uma função. O René apostou e me colocou na lateral esquerda talvez pela experiência e eu fico feliz com isso - destacou.

Com uma campanha sólida na Série B, o Botafogo é o time a ser batido e a equipe que desperta a atenção de muitos. Luis Ricardo valorizou o bom momento da equipe, colocou a grande visibilidade de alguns atletas como consequência dos bons jogos, e pregou tranquilidade quanto às propostas de fora.

- A gente fica feliz pelo bom momento que estamos vivendo. Claro que os times lá de fora vão estar de olho nos jogos para levar aqueles que estão se destacando, mas a nossa diretoria é muito sábia e vai conversar com os jogadores que estão recebendo propostas. Mas o nosso objetivo é seguir até o fim do ano para alcançar o nosso objetivo de voltar para a Série A - confia Luis.

Com o trabalho fluindo entre jogadores e comissão técnica, Luis Ricardo não entende que o bom momento do Botafogo na Série B seja motivo de surpresa. Pelo contrário, o time vem construindo as conquistas desde a pré-temporada e, segundo o jogador, ainda tem muito o que evoluir para chegar no objetivo principal: a primeira divisão.

- Eu não fico surpreso. Vivi esse momento com a Portuguesa em 2011, quando ficamos apenas atrás do Corinthians na Série B. Foram apenas sete jogos até agora e não tem nada ganho. A nossa expectativa é muito maior do que esses jogos. Sabemos que nos próximos jogos os times vão estar se fortalecendo e precisamos seguir a caminhada. É bom o momento, mas temos que continuar assim para voltar à elite.

DE INDIGENTES A COMPETENTES: UM BOTAFOGO EM EVOLUÇÃO

No começo da temporada o Botafogo foi classificado por muitos como um time desconhecido, de indigentes. A equipe absorveu as críticas, transformou em motivação e, trabalhando forte, vem quebrando desconfianças a cada jogo.

- Temos que trabalhar e manter o mesmo foco que estamos desde o começo do ano. Não podemos esquecer que fomos chamados de indigentes por muitos no começo do ano e isso ainda não foi digerido por nós. Nosso maior objetivo é voltar para a Série A - disse Luis Ricardo.

Após um longo período na reserva do São Paulo, Luis Ricardo veio para o Botafogo atrás de um recomeço e se diz feliz no Botafogo. Mesmo sem a titularidade, o jogador tem sido utilizado frequentemente pelo treinador René Simões. Luis Ricardo é grato ao clube e não vê motivo para deixar o Botafogo antes da volta à elite.

- Quando eu vim do São Paulo para o Botafogo o meu objetivo maior era engrenar nos objetivo do clube. Costumo dizer para os meus familiares que estou muito feliz aqui, local que fui muito bem recebido. Fiquei muito tempo sem jogar no São Paulo e aqui, mesmo no banco, estou feliz. Propostas podem surgir, mas esse clube também é muito grande - contou o agradecido jogador.

O Botafogo volta a jogar pela Série B apenas no dia 19, diante do Boa Esporte, no Estádio Nilton Santos. O elenco terá dez dias completos para treinar, mas antes disso, terá o final de semana de folga. Merecido para o time que tem feito o dever de casa.

- Ficamos felizes pela vitória fora de casa. Não há nada melhor do que esses dez dias para acertar o que o treinador acha que precisa. Teremos uma folga merecida e vamos aproveitar da melhor forma possível. Pretendo ficar com a família. O René já deu a dica para que a gente aproveite essa folga da melhor maneira possível porque na segunda-feira voltaremos com força total - encerrou Luis Ricardo.

Marcos Silva