notícia

Na Final

Com hat-trick de Luis Henrique, Sub-17 goleia América-MG e é finalista da Copa do Brasil
Atualizado em 07-05-2015, 22:30

A garotada Sub-17 do Fogão continua sua saga histórica na Copa do Brasil. Após sofrer revés no primeiro jogo, a equipe alvinegra conseguiu reverter a situação ao derrotar o América-MG por 4 a 0, na noite desta quinta, em Sete Lagoas. Com o resultado, o Glorioso se garantiu na final da competição nacional mais importante da categoria, feito inédito na história do clube. Wenderson anotou o primeiro gol e Luis Henrique fez os outros três, se isolando ainda mais na artilharia com 12 gols em 8 jogos. O goleiro Diego, também foi importante defendendo um pênalti de forma crucial.

Na finalíssima o Botafogo irá enfrentar o Vitória, que eliminou o Flamengo na outra semifinal. O primeiroconfronto da decisão deverá acontecer na próxima terça-feira (12/05), às 19h, no Estádio Barradão, na Bahia. a segunda e decisiva partida será  em casa, no dia 19/05, no Estádio Nilton Santos.
 
O JOGO

Diante de mais uma missão dificílima na competição, o Botafogo viajou até Minas Gerais para enfrentar a forte equipe do América-MG tentando reverter o quadro sofrido na primeira partida no Estádio Nilton Santos, onde o alvinegro perdeu por 1 a 0.

Novamente coube a equipe comandada por Felipe Conceição buscar a classificação dentro dos domínios do adversário. Sabendo disso, os meninos alvinegros não perderam tempo e apertaram o time da casa. Logo de cara Luis Henrique deu seu cartão de visitas acertando o travessão aos 8 minutos.

O Botafogo foi melhor durante toda metade inicial do primeiro tempo, o time alvinegro trocava passes e chegava até a área do Coelho, mas parava na boa marcação imposta pela equipe mineira. Aos 30, o primeiro lance de perigo da equipe do América surgiu em uma cobrança de falta que pasou sobre o gol de Diego.

Sem dar tempo para o rival crescer, o Alvinegro chegou outra vez aos 36 com Jordan. O lateral ganhou dos marcadores, invadiu a área e bateu firme, o goleiro mineiro saiu abafando e salvou. Demorou, mas o primeiro tento alvinegro saiu. No fim da primeira etapa, Wenderson em uma bonita jogada típica de futsal, se livrou da marcação e bateu de biquinho, sem chances para o arqueiro. Golaço! América-MG 0 x 1 BOTAFOGO.

Nem parece que houve intervalo para a equipe de Felipe Conceição, pois no mesmo ritmo que terminou o primeiro tempo, a garotada voltou para o segundo. Amilcar entrou no lugar de Mateus Jorge, e em sua primeira jogada fez o que quis pela direita e só rolou para Luis Henrique conferir. Gol do artilheiro, apenas o início de um show particular. América 0 x 2 Botafogo, no placar!  

Com o resultado parcial, o Glorioso acabou com a vantagem adquirida pelo time mineiro no primeiro confronto. O Coelho se viu obrigado a marcar dois gols para avançar à final e buscou no talento de Matheus a solução para os problemas. O atacante mineiro, que estava em noite inspirada, incomodou de todas as formas a defesa alvinegra e aos 6 quase marcou um belo gol.

O tempo passava e o América aumentava a pressão. Motivados por sua torcida, os mineiros foram com tudo para o ataque e o Botafogo se sustentou como pode. Aos 28, o árbitro assinalou um pênalti para a equipe da casa. Foi aí que a estrela do goleiro Diego brilhou, lembrando Jefferson e Renan, o arqueiro foi no cantinho e defendeu a cobrança em um momento crucial do jogo.

Aos poucos, a equipe mineira foi perdendo o fôlego e como ia para ao ataque com o coração, deixou espaços para contra-ataques. Aos 37, em um desses contra-golpes do Fogão, Jordan fez bonita jogada individual, adentrou a área e bateu para a defesa do goleiro, no rebote a bola procurou quem sabe. Luis Henrique empurrou para o fundo do barbante. 3 a 0 Glorioso e classificação já definida.

Porém, para o resultado ficar ainda mais bonito, Luis Henrique mostrou porque é o artilheiro da competição e aos 45, de cabeça, anotou seu terceiro gol no jogo, décimo segundo no campeonato. Além de ter completado seu segundo hat-trick no torneio. Números impressionantes de um menino que mostra a cada dia que é um nome certo no futuro alvinegro.

Final de jogo. É incrível o que esta equipe vem apresentando, sem dúvidas mesmo tão jovens eles vão marcando seus nomes na história da base alvinegra e seguem dando indícios de que o título não é nada impossível. Avante, garotada!

Botafogo: Diego; Lucas César, Luca, Zyan e Jordan; Matheus Fernandes, Rickson, Fernando(Ion), Mateus Jorge(Amilcar); Wenderson(Marlon) e Luis Henrique.
Técnico: Felipe Conceição

Fabio de Paula