notícia

Vale muito

Gabriel destaca que vaga na fase de grupos compensará trabalho iniciado em 2013
Atualizado em 03-02-2014, 19h44

Um jogo que vale o trabalho de 2013 e o de 2014. É assim que os jogadores definem o duelo com o Deportivo Quito, nesta quarta-feira, no Maracanã, valendo vaga na fase de grupos da Libertadores. O volante Gabriel destacou a motivação para a partida após o intenso treino desta segunda.

"É o jogo mais importante do ano até o momento, define muita coisa. Costumamos dizer no vestiário que o ano passado ainda não acabou, está valendo tudo nesse jogo. Queremos realmente entrar nessa fase de grupos, porque sabemos que temos qualidade para classificar. É o jogo do ano, só pensamos nele. Mas é preciso ter tranquilidade, não deixar a ansiedade atrapalhar para ser um time consciente dentro de campo", pede Gabriel, que já convocou a torcida.

"O que penso é o Maracanã lotado, pelas circustâncias do jogo e da torcida. Estará apoiando a todo momento, será uma peça que faz um time ganhar partidas. Ano passado, o Atlético-MG fez um fator casa forte e foi campeão. Tenho certeza que a nossa torcida vai fazer o mesmo e até mais bonito, nos empurrar, porque vamos matar um leão por dia", assegura.

A promessa é de um Botafogo mais ofensivo no jogo decisivo. Eduardo Hungaro testou nesta segunda o time com: Jefferson, Edílson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Lodeiro, Jorge Wagner e Daniel (Wallyson); Ferreyra. Com a proximidade do jogo, Gabriel sonha com a classificação.

"Não é fácil nem difícil, está sendo maravilhoso viver esse momento, de o Botafogo poder estar de volta à Libertadores, onde deveria estar a todo momento. Estamos muito felizes de poder viver isso com a camisa do Botafogo. Temos que entrar com esse espírito, não basta só falar e não fazer. É ter coragem e buscar vencer, passar e continuar com esse gostinho", definiu.

Danilo Santos