notícia

Vasco 1 x 0 Botafogo

Com foco na Libertadores, Glorioso perde devido a gol irregular
Atualizado em 02-02-2014, 21h30

Com foco na Libertadores, o Botafogo não usou seu time principal neste domingo, em clássico com o Vasco pelo Campeonato Carioca, no Maracanã, criou boas chances e foi derrotado apenas devido a um gol irregular de Thalles: 1 a 0.

Quarta-feira, o Botafogo faz sua primeira decisão em 2014, o jogo com o Deportivo Quito (EQU), que vale vaga na fase de grupos da Libertadores.

O JOGO

Eduardo HUngaro mandou a campo um time parecido com o que tem atuado no Estadual, com poucas alterações. O único titular contra o Deportivo Quito que jogou neste domingo foi Rodrigo Souto. Mesmo sem seus principais jogadores, o Botafogo começou bem o jogo, com a posse de bola e dentro do campo ofensivo. Aos 2 minutos, em cobrança de falta em região perigosa, Gegê acertou a barreira. Aos 5, Renato cruzou da direita e Rodrigo Souto cabeceou por cima.

O Vasco tinha como principal característica a velocidade no ataque e amo.eaçou com Edmilson, em jogada individual em que a finalização parou em Renan. O goleiro do Botafogo voltou a aparecer de forma decisiva aos 26, ao fazer grande defesa em chute colocado de Fellipe Bastos, que tinha a direção do ângulo. E ainda tirou com pé nova conclusão de Edmilson, aos 34.

À esta altura, o Botafogo apostava nos contra-ataques, mas pecava no último passe. Como aos 35, quando Anderson lançou Elias, que tentou ajeitar para Gegê, porém a zaga cortou. Já o jovem meia arriscou de longe para segura defesa de Martín Silva.

Na etapa final, Eduardo Hungaro colocou Wallyson na vaga de Octávio. O atacante entrou bem pela esquerda e deu uma opção de velocidade. Mas a primeira chance veio pelo outro lado, em boa cobrança de falta de Gegê, aos 12, que Martín Silva voou para espalmar. Aos 19, Elias avançava livre pela direita, mas o auxiliar levantou a bandeira e desistiu da marcação, atrapalhando o ataque de forma inexplicável.

Já com Daniel no lugar de Renato, o Botafogo criou sua melhor oportunidade aos 27, quando Wallyson lançou, Alex cruzou na medida e Elias, livre, cabeceou para fora. Para piorar, aos 27, o Vasco chegou ao seu gol, de maneira irregular. Após cruzamento de Edmilson, Thalles se apoiou em Anderson para cabecear para a rede. A arbitragem, erroneamente, validou.

O Botafogo ainda insistiu até o fim, quase chegou ao empate com Wallyson, mas não conseguiu evitar a derrota. Mas que venha o jogo com o Deportivo Quito!

GALERIA DE FOTOS (SS PRESS / BFR)




BOTAFOGO
: Renan, Alex, Dankler, André Bahia e Anderson; Rodrigo Souto, Renato (Daniel), Fabiano, Octávio (Wallyson) e Gegê (Henrique); Elias. Técnico: Eduardo Hungaro.

Danilo Santos